Translate

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Pensamento do mês: Janeiro/2008

Amor é síntese

Por favor não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu
Se ninguém resiste a uma análise profunda
Quanto mais eu
Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor
Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei perfeito amor.


Esta bela poesia do poeta maior Mário Quintana foi enviada pela amiga Janaína Carvalho. Vale como reflexão para cada dia deste maravilhoso janeiro, cujos dias de calor, sol, chuvas e ventos fazem uma síntese de todas as estações do ano.

2 comentários:

Eloá disse...

Oi, Vera.

Coisa mais linda essa poesia de Quintana.
Tive que copiar, e colar no meu espaço...para ler e reler. Acho que não há quem não se identifique com ela.

beijinhos.

Até quarta.

Eloá.

verapsico disse...

Oi Elóa!
É verdade... O Quintana é fabuloso, um dos meus poetas favoritos.
Bjinhs, Vera