Translate

sábado, 27 de outubro de 2007

Aninha e suas pedras

Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces.
Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha um poema.
E viverás no coração dos jovens e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas e não entraves seu uso aos que têm sede.

Cora Coralina
(Outubro, 1981)

Poema enviado pelo meu amigo André Zanarela.
Achei que valia a pena colocá-lo em meu blog.
Não só pela bela lição de vida que ele transmite mas, principalmente, porque a Cora Coralina é demais!

2 comentários:

Anônimo disse...

Vera:
Bem o poema já diz tudo..
Estou tentando deixar um comentario pela segunda xs.. o seu blogger esta otimo..
Parabens..
Beijão
Z

disse...

Estou adorando...Viva Cora Coralina. Beijos - NÔ